Tudo o que você precisa saber sobre a Psicologia Positiva



A Psicologia Positiva é um movimento recente dentro da ciência psicológica, que visa fazer com que os psicólogos contemporâneos adotem "uma visão mais aberta e apreciativa dos potenciais, das motivações e das capacidades humanas”. Enfatizando mais a busca pelo potencial humano, que o estudo das doenças mentais.

Ela traz como um de seus fundadores Martin Seligman, um psicólogo estadunidense. Professor da Universidade da Pensilvânia, Psicólogo, Ex-Presidente da Associação Americana de Psicologia. Autor de contribuição significativa na área de Psicologia Positiva, Seligman desenvolveu um sistema de classificação para os aspectos positivos, destacando as forças e o caráter denominados “Values in Action (VIA) – Classification of Strengths and Virtues Manual”.

Como abordagem psicoterapêutica, a Psicologia Positiva estuda as emoções positivas, os traços positivos do caráter, os relacionamentos positivos e as instituições positivas. Ao contrário de outras abordagens da psicologia tradicional, que focam no estudo e tratamento de distúrbios como depressão e ansiedade, esse novo campo se propõe a focar mais nas forças, que nas fraquezas.

O que significa que ela não trabalha sobre os problemas das pessoas e em como remediá-los. Mas sim, busca compreender a ciência e a anatomia da felicidade, das experiências positivas, do otimismo e do altruísmo. Defendendo que a saúde psicológica vai além da ausência de sintomas, ou seja: é muito mais que a ausência de doença.

Assim, a Psicologia Positiva atua como uma abordagem complementar das outras abordagens psicológicas. Sempre focada em promover mais qualidade de vida, do que reparar o que vai mal. Outra característica importante dessa abordagem, é que todas as suas aplicações são empiricamente testadas e informadas.

Em paralelo a esse movimento, a psicologia da saúde (e outras ciências da saúde) também têm demonstrado, há algumas décadas, o interesse em mudar o foco do processo saúde x doença, para a relação bem estar x medidas preventivas. Ao invés de focar apenas no tratamento da doença, quando ela já está estabelecida, como faz a medicina tradicional. Seguindo o conceito atual da OMS, sobre qualidade de vida.

 

PositivaMente,

Milena🌻

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Perdão: o que isso tem a ver com sua saúde mental?

Como a Psicanálise e a Psicologia Positiva contribuem para o seu Florescimento

Mentoria Criativa - Estudos Online