Por quantos ambientes eu passei?

 


Quantas vezes me pego no automático. Trabalho, vou para casa, tomo banho, faço minha comida, escuto os noticiários, faço meu exercício físico, passeio com o cachorro, respondo mensagens e entre outras atividades rotineiras.

Quando me deito, me questiono: por quantos ambientes eu passei? em quantos deles eu vivi a ação inteiramente sem pensar em outra coisa? eu sou uma máquina imersa no mundo? será que a automaticidade torna as coisas em obrigações? será que isso é um "viver bem"? E hoje... o que eu fiz para trazer felicidade para mim? eu me autocuidei? eu validei meus sentimentos? eu tive autoamor?

Estar vivo é entregar-se inteiramente aos ambientes que compõe nossa vida. É estar amalgamado no eu interior e exterior, numa fusão indissociável e completa.

Cecília Brayner 🌹 e Deni Novaes 🌻

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Perdão: o que isso tem a ver com sua saúde mental?

Como a Psicanálise e a Psicologia Positiva contribuem para o seu Florescimento

Quando a TCC e a Psicologia Positiva contribuem para o seu Florescimento.