Você já sofreu Assédio Moral no trabalho? A importância da Saúde Mental nesse ambiente.

Muitas pessoas já sofreram ou sofrem Assédio Moral e infelizmente não conseguem identificar e só depois que adoecem que vão descobrir o que estavam passando.

Mas como identificar que estou sofrendo Assédio Moral?

O Assédio não precisa vir somente em forma de xingamentos, abuso físicos, intimidação social, no local de trabalho, o assédio é determinado quando vem através de um comportamento abusivo, onde um indivíduo ou um grupo cria um ambiente intimidador ou humilhante para o outro.

Esse comportamento acaba afetando a vida do outro atingindo o seu bem-estar, a sua dignidade, tornando-o depressivo, ansioso.

Quais são suas características?

Ele pode acontecer de diversas maneiras diferentes e podemos dizer que é como se você estivesse sofrendo bullying, apesar da maioria das pessoas acharem que isso só acontece no ambiente escolar.

Isso pode ser um problema muito devastador, angustiante, tornar-se um flagelo no dia a dia e muitas vezes a pessoa não consegue enxergar uma perspectiva à frente.

Muitas são as consequências, tanto para o indivíduo, quanto para a organização e para a sociedade, como:

Para o indivíduo pode causar:

• Burnout;
• Dores generalizadas;
• Palpitações;
• Distúrbios digestivos;
• Dores de cabeça;
• Hipertensão;
• Alteração do sono;
• Irritabilidade;
• Crises de choro;
• Problemas familiares;
• Isolamento;
• Depressão;
• Síndrome do Pânico
• Estresse
• Esgotamento físico e emocional;
• Pode levar até ao suicídio.

Logo para organização, as consequências podem ser:

• Redução da produtividade;
• Aumento na rotatividade (turnover);
• Aumento de erros;
• Faltas – absenteísmo;
• Clima desfavorável;
• Perda de reputação da marca;
• Passivos trabalhistas;
• Multas administrativas por discriminação;
• Licenças médicas.

Já para sociedade:

• Custos com tratamento médico;
• Despesas com Auxílio doença;
• Aposentadoria precoce;
• Custos com processos administrativos e judiciais

 

como fica sua saúde emocional com esses acontecimentos?

O impacto na saúde emocional e na autoestima pode ser devastador, é importante que você procure um apoio, e é totalmente compreensível que você não se sinta confortável para falar com alguém do seu trabalho, mas mesmo não sendo fácil falar, é importante compartilhar com alguém em quem confie para evitar que as emoções transbordem para sua vida pessoal.

Procure apoio familiar também, pois é inevitável que sofrer esse bullying em algum momento cause um impacto em sua vida pessoal. Conversar dentro da sua família pode não ser fácil devido aos laços emocionais muito próximos, mas se fosse ao contrário você não os apoiaria?

Lembrando que sua casa é o seu refúgio, lá você pode recarregar as suas energias.

Para que você não transforme seu lar em um local onde irá descarregar todo o estresse e irritabilidade, você pode usar de alguns artifícios que te ajudam a liberar as emoções, como:

• Escrever um diário – é uma ótima maneira de expressar o que sente.
• Analise a situação – perceba como você estárealmente se sentindo.
• Dê um tempo para você mesmo  tirar alguns dias para um passeio pode ajudar a se sentir mais calmo, saindo do ambiente hostil e fazendo com que perceba realmente o que está acontecendo.
• Compartilhe – Participe de grupos e apoio, conhecer outras pessoas que já passaram ou que estão passando pelo mesmo que você te traz alternativas e sentimento de que não é só comigo que as coisas acontecem.
• Conheça a questão legal – Peça aconselhamento jurídico, assim você tem a chance de descobrir qual é a real situação e quais direitos você tem.
• Reconheça-se  entenda quem é você, quais suas convicções e tenha força para procurar ajuda, apoio e seus direitos.
• Mudança de emprego  Avalie, procure outras oportunidades de trabalho, afinal muitas vezes nesses acontecimentos negativos te tira da zona de conforto e te faz buscar novos ares, novas vivências.

Acredito que o mais importa nesse tipo de situação é se cuidar e olhar para si. Ouvir o que seu corpo diz, sem ignorar nenhum sinal, encontrar um hobby, meditar, andar de bicicleta, fazer exercícios físicos, encontrar alternativas que você possa liberar o estresse e se manter saudável.

E como proceder quando identifico que estou sofrendo Assédio Moral.

De imediato você deve procurar resolver seu problema informalmente, conversando com a pessoa e dizer que a situação está te deixando incomodado, mas claro se vcestiver seguro e confortável para isso.

Caso não resolva você deve procurar p canal formal da empresa nesse aspecto, se tem um hotline, alguém de RH que possa confiar, pode ser que assim consiga impedir a continuidade dos ataques.

Existe a possibilidade também de procurar pelo sindicato da categoria, muitos deles tem ajuda profissional para esses casos e tomam as medidas necessárias.

É sempre importante conhecer o código de conduta da sua empresa, que deve ser detalhado e atingir todos os níveis.

E lembrando que você também deve procurar seus direitos através de uma ajuda jurídica.

Quem pode te ajudar?

Além da ajuda jurídica, é importante você manter a sua saúde mental contatando um psicólogo, pois esse pode te ajudar identificando a melhor forma para que essa questão se solucione e que não reflita na sua qualidade de vida e bem-estar.


Com carinho,

Luciana Tudeia 🌸

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Perdão: o que isso tem a ver com sua saúde mental?

Como a Psicanálise e a Psicologia Positiva contribuem para o seu Florescimento

Psicólogos online: a nova tendência da terapia.