Qual é a melhor abordagem psicológica?

Qual é a melhor abordagem psicológica? Qual devo escolher? O Médico disse que só recomenda a TCC ou amigo já está há anos na psicanálise e não se imagina mais sem o divã a sua vida. No trabalho uma consultora fez umas técnicas da Psicologia Positiva que realmente abriu sua cabeça. Ou a escola do seu filho, a relação com a terapia humanista te acolheu e chamou sua atenção.

E agora? Quem está certo, quem está errado? Qual abordagem eu devo escolher?

Antes de te responder essa pergunta, vou te contar a parábola indiana do elefante e os cegos, conhece?

Um grupo de cegos ouviu dizer que um animal estranho, chamado elefante, havia sido trazido para a cidade, mas nenhum deles estava ciente de sua configuração e forma. Por curiosidade, eles disseram: "Precisamos inspecionar e conhecê-lo pelo toque, do qual somos capazes". Então, eles o procuraram e, quando o encontraram, tentaram tateá-lo. No caso da primeira pessoa, cuja mão pousou na tromba, disse: "Este ser é como uma cobra grossa". Para outro cuja mão chegou à orelha, parecia uma espécie de leque. Quanto a outra pessoa, cuja mão estava sobre a perna, disse, o elefante é um pilar como um tronco de árvore. O cego que colocou a mão de lado disse que o elefante "é uma parede". Outro que sentiu o rabo, descreveu-o como uma corda. O último sentiu sua presa, afirmando que o elefante é aquilo que é duro, liso e como uma lança.

Te pergunto então, qual dos cegos está certo? Ou qual está errado?

A resposta é todos estão certos, e todos estão errados. O elefante visto por partes é exatamente como descrito mas o elefante como unidade não tem nada a ver com a descrição das partes.

Assim são as abordagens da Psicologia, cada uma descreve de uma maneira distinta o mesmo fenômeno. Nenhuma está totalmente certa, nenhuma está totalmente errada. Todas elas juntas explicam o todo, e essa é a beleza da nossa ciência tão sensível, tão complexa, tão completa. Explicar o fenômeno ‘ser humano’ com certeza não deve ser através de uma única verdade. Desconfie de quem pensa assim...

Respondendo a pergunta que fiz no início desse devaneio. Te respondo: a melhor abordagem é a que você se identifica, o melhor psicólogo é o que você se conecta.

Um segredo para que encontre o psicólogo perfeito: procure! Vá em uma sessão, vá aberto e sinta se se conecta com o terapeuta, se se identifica com a sua abordagem. E aí sim, você encontrou o que tanto procurava, a abordagem perfeita e o profissional que te ajudará a resolver tudo que te faltava. Entende o que isso significa? Esse profissional será seu espelho, no final das contas é uma transferência com questões suas, é uma identificação com você e como você vê o mundo.

Positivamente,

Milena Mendonça 🌻







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Perdão: o que isso tem a ver com sua saúde mental?

Como a Psicanálise e a Psicologia Positiva contribuem para o seu Florescimento

Psicólogos online: a nova tendência da terapia.