Na hora de pôr a mesa éramos 5

Na hora de pôr a mesa, éramos cinco:
O meu pai, a minha mãe, as minhas irmãs e eu. Depois, a minha irmã mais velha casou-se. Depois, a minha irmã mais nova casou-se. Depois, o meu pai morreu. Hoje, na hora de pôr a mesa, somos cinco, menos a minha irmã mais velha que está na casa dela, menos a minha irmã mais nova que está na casa dela, menos o meu pai, menos a minha mãe viúva. Cada um deles é um lugar vazio nesta mesa onde como sozinho. Mas irão estar sempre aqui.
Na hora de pôr a mesa, seremos sempre cinco.
Enquanto um de nós estiver vivo, seremos sempre cinco.
(José Luís Peixoto, 'A Criança em Ruínas')

Quem são as pessoas que sentam a mesa com você?

Quais lembranças você carrega das suas relações familiares? As famílias se estruturam de diversas formas, sendo ela o primeiro sistema do qual participamos. Convido-lhe a contemplar e acolher sua história por meio desse primeiro sistema, observe diante do seu papel na sua família a função que você desempenha.
Sugestão de brincadeira como forma de acolhimento: Teatro, contação de história por meio de álbum de fotografia, desenhos e pinturas.

Com carinho,
Camila Barreto 🌼


Foto: Artur Ihnatov

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Perdão: o que isso tem a ver com sua saúde mental?

Como a Psicanálise e a Psicologia Positiva contribuem para o seu Florescimento

Psicólogos online: a nova tendência da terapia.