Você está desencorajando ou empoderado seu filho adolescente?



Lidar com o período da adolescência é um desafio para os pais, que muitas vezes tentam antecipar as consequências – e riscos - dos hábitos e atitudes dos filhos e, a partir, se vêem diante de um dilema complicado: desencorajar ou empoderar o adolescente? A resposta pode parecer simples, mas as preocupações inerentes à parentalidade trazem muita complexidade a essa escolha.
Segundo os autores Jane Nelsen e Lynn Lott, desencorajar é fazer pelos filhos o que eles podem fazer por si mesmos, é se colocar entre o seu filho e a experiência de vida. Esse desencorajar geralmente vem do medo, da preocupação, da culpa ou da vergonha.
Empoderar, por outro lado, é deixar de se colocar entre a vida e seus filhos, mas estar disponível para dar apoio e encorajamento. Também é fazer com eles em vez de fazer por eles. Comportamentos empoderadores dão aos filhos a oportunidade de aprender com os erros e fortalecer sua autonomia.
Para ajudar a estabelecer coragem nos adolescentes:
- Tenha fé neles e em você mesmo.
- Deixe-os saber que os erros são oportunidades de aprendizado.
- Dê a eles oportunidades de tentar novamente, em vez de puni-los ou salvá-los.
- Trabalhe em acordos, soluções e planos para superar problemas.
- Mostre a eles que o que acontece agora é apenas por enquanto e que amanhã é outro dia para aplicar o que aprenderam hoje.

A maioria das pessoas acha que um adolescente responsável é um adolescente perfeito. Isso não é verdade. Responsabilidade é a capacidade de enfrentar erros e usá-los como oportunidade de crescimento. Responsabilidade é o conhecimento de que você é responsável por seu comportamento e que suas ações e escolhas afetam sua vida.
Pergunte a si mesmo: “Enquanto pai ou mãe, minha motivação para agir com a adolescência do meu filho é o medo ou a confiança?” A confiança dá espaço ao adolescente para cometer erros e aprender com eles. Melhor um joelho machucado do que uma coragem machucada. Um joelho quebrado pode ser tratado, mas uma quebra de coragem dura para sempre.

Com carinho, Isadora Lacerda




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Perdão: o que isso tem a ver com sua saúde mental?

Como a Psicanálise e a Psicologia Positiva contribuem para o seu Florescimento

Quando a TCC e a Psicologia Positiva contribuem para o seu Florescimento.