Alimentos, suas cores e seus benefícios emocionais

Todos os âmbitos da vida estão interligados. Quando a gente não entende, mesmo assim ela nos mostra e as coisas se encaixam. Na alimentação não é diferente. O corpo pede um alimento quando estamos precisando de algum nutriente. O corpo pede algum alimento quando estamos precisando nos acolher. 


O corpo pede algum alimento quando estamos precisando expandir. Se alimentar é autoconhecimento. É só questão de observar. E quando as cores dos alimentos nos trazem reflexos emocionais?! Cada cor tem uma vibração emocional e o alimento traz isso em forma de nutrientes. Essa relação nos faz ver o quanto às emoções estão associadas a nossa conduta alimentar e nossas ações.
A cor vermelha nos faz aterrar, ter vitalidade, coragem e individualidade. Consumir morango, beterraba, tomate, acerola, framboesa nos fazem criar raízes para podermos nos erguer com mais força.
A cor laranja nos traz prazer na vida, confiança, auto estima alma, desejos fortes e os alimentos com essa cor como abóbora, tangerina, laranja, cenoura, açafrão nos levam a relações mais leves.
Já a cor verde nos leva a cura, ao amor universal, compaixão e os seus alimentos como vagem, rúcula, couve, uva verde, abacate nos levam para a expansão do amor divino. 
Que tal em seu prato colocar mais cor? Que tal observar suas emoções e ver o que está precisando? 
Um arco-íris no prato nos leva a saúde física, mental e emocional. 
Experimente!

Com amor, sem dor. Angie.

Comentários

  1. viva, viva! que delícia saber! sempre me sinto amada, saudável e protegida quando faço um prato laranja e verde... agora é caprichar na beterraba também, pra fincar as raízes e não sair avoando em devaneios heheheh

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Perdão: o que isso tem a ver com sua saúde mental?

Como a Psicanálise e a Psicologia Positiva contribuem para o seu Florescimento

Quando a TCC e a Psicologia Positiva contribuem para o seu Florescimento.