Como se proteger de um relacionamento abusivo

Sair de um relacionamento já não é uma tarefa fácil. Imagine de um relacionamento abusivo, quando normalmente toda a autoestima da pessoa está destruída.
Talvez você ainda esteja esperando que as coisas mudem ou você tem medo do que seu parceiro ou parceira fará se descobrir que está tentando terminar a relação. Quaisquer que sejam suas razões, você provavelmente se sente presa(a) e indefesa(o). Mas há ajuda disponível.
Há muitos recursos disponíveis para homens e mulheres abusados ​​e maltratados, busque ajuda profissional de um psicólogo para se empoderar e tomar alguma atitude.


Como sair de um relacionamento abusivo?

"Por que ele ou ela não termina?" É a pergunta que muitas pessoas fazem quando descobrem que uma mulher ou um homem está sendo maltratado e abusado. Mas não é tão simples assim. Acabar com um relacionamento importante nunca é fácil. É ainda mais difícil quando você está isolado de sua família e amigos, abusado psicologicamente, financeiramente controlado e fisicamente ameaçado.

Se você está em um relacionamento abusivo, lembre-se:

“Você não é culpado por ser maltratada ou maltratado."
"Você não é a causa do comportamento abusivo do seu parceiro ou parceira."
"Você merece ser tratado com respeito."
"Você merece uma vida segura e feliz."
"Seus filhos merecem uma vida segura e feliz."
"Você não está sozinho, nem sozinha. Há pessoas esperando para te ajudar.”

Quais os sinais de que seu agressor ou agressora NÃO está mudando:

- Minimiza o abuso ou nega o quão sério ele realmente foi.
- Continua a culpar os outros pelo seu comportamento.
- Ele ou ela diz que é você quem é abusivo.
- Se nega ou evita fazer terapia individual e pressiona para fazer terapia de casais.
- Diz que não pode mudar a menos que você fique com ele ou ela para dar apoio.
- Tenta obter a simpatia de você, seus filhos ou de sua família e amigos.
- Espera algo de você em troca.
- Pressiona você para tomar decisões sobre o relacionamento.

TOME ATITUDES PARA SE CURAR E SEGUIR

As cicatrizes do abuso são profundas. O trauma do que você experimentou pode permanecer com você por muito tempo depois de ter escapado da relação abusiva. Psicoterapia e grupos de apoio para vítimas de abuso doméstico podem ajudá-lo a processar melhor o que aconteceu e aprender a construir relacionamentos novos, seguros, saudáveis e positivos.

Após o trauma pelo qual passou, você pode estar sofrendo, com sentimentos desagradáveis, lembranças assustadoras ou uma sensação constante de perigo da qual não consegue se livrar. Ou pode se sentir entorpecido, desconectado e incapaz de confiar em outras pessoas. Quando coisas ruins acontecem com a gente, podemos levar muito tempo para superar a dor e nos sentirmos seguros novamente. Mas a terapia e o apoio da família e dos amigos podem acelerar a recuperação do trauma emocional e psicológico. Você pode se curar e seguir em frente.

Depois de terminar um relacionamento abusivo, você pode estar ansioso para iniciar um novo relacionamento e, finalmente, obter a intimidade e apoio que você merece. Mas aconselho a ir devagar. Aproveite um tempo para se conhecer, a recuperar seu amor próprio e entender como chegou ao seu relacionamento abusivo anterior. Aproveite esse tempo para se curar e aprender com sua experiência passada. E assim verdadeiramente acabar com esse ciclo de relacionamentos abusivos.

Com carinho, Milena Mendonça 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Perdão: o que isso tem a ver com sua saúde mental?

Como a Psicanálise e a Psicologia Positiva contribuem para o seu Florescimento

Como o cérebro e o intestino se conectam.